MAIS DE 25 ANOS DEDICADOS AO MULTILINGUISMO

O Centro de Tradução dos Organismos da União Europeia é uma agência da União Europeia. Estabelecido no Luxemburgo em 1994, tem por missão fornecer serviços de tradução e serviços linguísticos relacionados a outras agências descentralizadas da UE. Pode também prestar assistência às instituições e organismos da UE que possuem os seus próprios serviços de tradução em períodos de picos de trabalho ou no âmbito de projetos específicos. No total, o Centro traduz para quase 70 clientes. No final de 2020, contava com um total de 220 agentes, incluindo funcionários, agentes temporários e agentes contratuais.

Tem crescido de forma sustentada, a par com um número crescente de línguas oficiais da UE e de clientes altamente especializados. Ao longo dos anos, o Centro adquiriu uma experiência considerável em dar resposta à necessidades específicas dos seus clientes, quer digam respeito a tipos de serviço, formatos de ficheiros, prazos ou domínios de especialização, ou às muitas combinações linguísticas possíveis (aproximadamente 750).

A segunda missão do Centro consiste em participar na cooperação interinstitucional a nível da UE, a fim de racionalizar os métodos de trabalho e alcançar economias de escala globais. O Centro de Tradução desenvolve e gere, desde 2003, a base de dados terminológica interinstitucional IATE em nome dos seus parceiros institucionais.

 

 

 

 


1994
 
Image
EU flag

Em 28 de novembro de 1994, o Conselho da União Europeia aprova o Regulamento (CE) n.º 2965/94 que cria o Centro de Tradução.

 
 
1995

11

línguas oficiais da UE

20 000

páginas traduzidas

7

clientes

O primeiro diretor do Centro
Francisco De Vicente 
Outubro de 1995 - janeiro de 2005
Em 1995, é aprovado um regulamento alterado no sentido de alargar a carteira de clientes e atribuir ao Centro um papel na cooperação interinstitucional.
1997
 
O Centro muda-se do centro da cidade do Luxemburgo para o edifício Nouvel Hémicycle em Kirchberg, onde se encontra localizada a maioria das instituições da UE.
 
 
1998
 

200 000

páginas traduzidas

12

clientes

2001
 
Entra em funcionamento o Flosys. Trata-se de uma ferramenta informática de ponta, desenvolvida pelo próprio Centro, que gere o fluxo de trabalho completo a partir do momento em que um cliente envia um documento ao Centro até à entrega das versões linguísticas traduzidas.
O Centro lança o sistema Nemo para gerir o processo de tradução das marcas comunitárias.
 
 
2002
 

1 000 000

de páginas traduzidas

2003
 
A Fundação Europeia para a Gestão da Qualidade (EFQM) reconhece o Centro como «comprometido para com a excelência na Europa».
O Centro é nomeado iniciador e gestor de projeto para a IATE (InterActive Terminology for Europe), a base de dados terminológica conjunta para todas as instituições e todos os organismos da União Europeia.
 
 
2004
 

20

línguas oficiais da UE

 
O alargamento «Big Bang» da UE de 2004, que quase duplica o número de línguas oficiais, de 11 para 20, marca o início de uma nova era para o Centro.
2005
 
Diretora em exercício
Marie-Anne Fernández Suárez 
Fevereiro de 2005 – abril de 2006
Para o seu 10.º aniversário, o Centro organiza uma conferência sobre «O multilinguismo a qualquer preço».
 
 
2006
 
Segunda diretora do Centro
Gailė Dagilienė 
Maio de 2006 – setembro de 2013 
2007
 
O Centro adiciona várias novas línguas oficiais da UE à sua carteira, com a adesão da Bulgária e da Roménia à UE, e com o irlandês a tornar-se língua oficial da União Europeia, ainda que com uma derrogação em vigor.
A base de dados terminológica interinstitucional da UE, a IATE, é disponibilizada ao público em geral.
Visita de Leonard Orban, Comissário Europeu para o Multilinguismo.

23

línguas oficiais da UE

 
2010
 
O Centro organiza uma conferência intitulada «A Língua da Europa - Traduzir para a UE». para celebrar o seu 15.º aniversário.
O Centro substitui o sistema Nemo pelo fluxo de trabalho Tr@Mark para a gestão do processo de tradução de marcas comunitárias.
2011
 
O Centro lança a ECHA-term, uma base de dados terminológica em linha desenvolvida para a Agência Europeia dos Produtos Químicos.
 
 
2013

8 000 000

de páginas traduzidas

24

línguas oficiais da UE,
incluindo agora o croata

Diretora em exercício
Marie-Anne Fernández Suárez 
Novembro de 2013 - julho de 2015 
O Centro muda-se para as suas instalações atuais no edifício Drosbach, na cidade do Luxemburgo, e assina o seu acordo de sede com o Grão-Ducado do Luxemburgo.
2015
 
Diretor em exercício
Benoît Vitale
Agosto de 2015 - dezembro de 2015

9 000 000

de páginas traduzidas

61

clientes

 
2016
 
Terceira diretora do Centro
Máire Killoran
Janeiro de 2016 - dezembro de 2018 
O Centro lança o eCdT, o novo sistema adaptado de gestão do fluxo de trabalho de tradução, que substitui o sistema existente, o Flosys.
2017
 
Estudo sobre o Centro de Tradução enquanto prestador de serviços linguísticos partilhado para as agências e organismos da UE. O estudo confirma a razão de ser do Centro. 
 
 
2018

65

clientes

Lançamento de uma nova versão da IATE 
Adoção de uma abordagem estratégica e do Plano de Transformação bienal  
O Centro acorda com o Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia (EUIPO) um programa de cooperação de dois anos para o desenvolvimento de novos serviços linguísticos e a otimização dos processos empresariais essenciais tendo em vista obter eficiência e melhorar a experiência dos clientes. 
2019
 

12 800 000

páginas traduzidas

68

clientes

Diretor em exercício
Benoît Vitale
Janeiro de 2019 até à data
O Centro dá início à implementação do Plano de Transformação bienal 

 

2020
O Centro finaliza a implementação do Plano de Transformação bienal com o lançamento de novos serviços, processos e ferramentas.

13 400 000

páginas traduzidas

69

clientes

 
2021
 
O Centro lança uma série de novos serviços: tradução automática, tradução automática personalizada, transcrição automática, tradução «Paste-‘n’ Go» e pós-edição ligeira.